Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Polícia russa detém cerca de 50 manifestantes da oposição em Moscovo e São Petersburgo

Lusa

  • 333

Moscovo, 15 dez (Lusa) - A polícia de choque russa OMON dispersou a manifestação que a oposição extraparlamentar russa tentou organizar no centro da capital e deteve cerca de trinta manifestantes.

Entre os detidos, encontram-se líderes de vários grupos da oposição: os liberais Ília Iachin, Ksénia Sobtchak e Alexei Navalni; Serguei Udaltsov, dirigente da Frente Vermelha, e o líder nacionalista Dmitri Diomuchkin.

A polícia justificou as detenções com o facto de eles terem "intenções criminosas", ou seja, de "tencionarem organizar uma manifestação ilegal".