Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Parecer do CES sobre estratégia orçamental é "excessivo e inapropriado" - Governo

Lusa

  • 333

Lisboa, 23 mai (Lusa) -- O Governo considera que o parecer do Conselho Económico e Social sobre o Documento de Estratégia Orçamental, que recomenda uma posição mais firme na renegociação com a 'troika', transmite um julgamento sobre a atuação do executivo "excessivo e inapropriado".

O CES -- que integra representantes das confederações patronais, sindicais, autarquias e organizações da sociedade civil - aprovou na quarta-feira o parecer sobre o Documento de Estratégia Orçamental (DEO) 2013-2017 em que recomenda ao Governo, nomeadamente, uma posição mais firme na renegociação com a 'troika' (Fundo Monetário Internacional, Comissão Europeia e Banco Central Europeu) das metas e do calendário da consolidação orçamental.

A votação contou com a abstenção dos representantes do Governo, mas estes entregaram uma declaração de voto na qual consideram que o parecer do CES "assume um cariz de marcada apreciação política sobre o desempenho do Governo e sobre as opções de política, adotadas no passado".