Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Olhão: Câmara aciona ajuda a mariscadores impedidos de capturar bivalves

Lusa

  • 333

Loulé, 21 set (Lusa) -- Os serviços sociais da Câmara de Olhão vão identificar as famílias mais afetadas pela interdição de captura de bivalves na Ria Formosa para ajudar a minorar as carências existentes, anunciou hoje a autarquia.

A interdição foi decretada há 39 dias devido à presença na água de toxinas que provocam intoxicação paralisante e obrigou os mariscadores e viveiristas a suspender a sua atividade e a perder parte importante do rendimento familiar.

"É uma questão social muito grave", sublinhou o presidente da câmara de Olhão, Francisco Leal, após uma reunião com as associações que representam os profissionais do setor.