Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2014: Rui Barreto (CDS-PP) invoca matérias fiscais e receitas das privatizações na Madeira para votar contra

Lusa

  • 333

Lisboa, 26 nov (Lusa) - O deputado do CDS-PP eleito pela Madeira Rui Barreto justificou hoje com matérias fiscais e com as receitas das privatizações devidas à região autónoma o seu voto contra o Orçamento do Estado de 2014.

Esta é a segunda vez consecutiva que o deputado Rui Barreto violou a disciplina de voto ao votar contra o Orçamento do Estado, tendo já sido decidida uma sanção - seis meses de suspensão do partido - que será aplicada a partir do próximo ano.

"Há assuntos que são reincidentes e que considero que são violações da Constituição e que são matérias que têm a ver com a receita da sobretaxa do IRS", afirmou Rui Barreto.