Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: Redução dos escalões de IRS é positiva mas vai prejudicar classe média - fiscalista

Lusa

  • 333

Lisboa, 12 out (Lusa) -- A redução do número de escalões do IRS anunciada pelo Governo para o próximo ano faz sentido em termos conceptuais, mas vai prejudicar "claramente" a classe média, disse hoje à agência Lusa o fiscalista Rogério Fernandes Ferreira.

"Do ponto de vista conceptual, faz sentido reduzir o número de escalões do IRS. Atualmente temos oito [escalões] e ainda com uma taxa adicional de 2,5%, portanto, são imensos escalões", explicou o fiscalista, acrescentando que "tornar o IRS mais simples é positivo".

No entanto, ressalvou Rogério Fernandes Ferreira, a simplificação dos escalões foi aproveitada "para aumentar, de facto, o IRS incidente sobre os rendimentos".