Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: Aumento do horário de trabalho no Estado é "enorme retrocesso social" - CES

Lusa

  • 333

Lisboa, 11 jun (Lusa) - O Conselho Económico e Social (CES) considera que o aumento do horário de trabalho dos funcionários públicos, de 35 para 40 horas semanais, "é um enorme retrocesso social" que se traduz numa redução do salário.

"O aumento do horário de trabalho para os trabalhadores da administração pública representa um enorme retrocesso social, contraria a tendência de redução do período normal de trabalho na zona euro e ainda o princípio da redução progressiva da duração de trabalho fixado em normas internacionais -- incluindo a Carta Social Europeia", diz o CES num projeto de parecer sobre o Orçamento Retificativo para 2013, a que a agência Lusa teve acesso.

Por outro lado, refere o documento, o aumento do horário de trabalho no Estado "consubstancia uma redução do salário/hora, terá provavelmente efeitos negativos na produtividade e motivação dos trabalhadores, pouco contribuindo para o equilíbrio das contas públicas".