Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2012: PS "intransigentemente contra" tentação de "agravar a dose de austeridade"

Lusa

  • 333

Lisboa, 22 jun (lusa) - O PS afirmou-se hoje "intransigentemente contra qualquer tentação de agravar a dose de austeridade" em consequência dos números de execução orçamental divulgados, que, considera, demonstram que o país está numa "espiral recessiva".

"O Partido Socialista quer dizer ao país e ao Governo que estará cá para continuar a bater-se pelo crescimento e emprego, quer dizer ao Governo que mude de política, que mude esta política de austeridade para lá da 'troika'. O Partido Socialista quer também dizer que estará intransigentemente contra qualquer tentação de agravar a dose de austeridade em face dos números de execução agora conhecidos", disse o deputado do PS Pedro Marques.

O deputado falava aos jornalistas no Parlamento sobre a execução orçamental, considerando que o aumento dos "riscos e incertezas" significam "mais do que isso", considerando que "o país está neste momento numa situação de espiral recessiva".