Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"Não há nenhum regresso antecipado aos mercados" -- Pedro Passos Coelho

Lusa

  • 333

Paris, 17 jan (Lusa) - O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, afirmou hoje que "não há nenhum regresso antecipado aos mercados", como sugere a notícia que faz hoje capa no Diário Económico, esclarecendo que o Governo já previa que isso acontecesse "ao longo de 2013".

O Diário Económico noticia hoje que o Governo está a preparar o regresso aos mercados nos próximos dias. De acordo com a página do jornal na Internet, o Governo já terá decidido regressar aos mercados antes do dia 25 de Fevereiro, data de início da sétima avaliação da ´troika'. O valor da emissão de Obrigações do Tesouro a cinco anos, diz o jornal, é ainda indeterminado.

Questionado hoje, em Paris, sobre esta notícia - e depois de ter dito, horas antes, em conferência de imprensa, que Portugal precisa de "levar mais longe a estratégia de regresso ao mercado" - Pedro Passos Coelho afirmou que "não há nenhum regresso antecipado".