Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mota Engil, Tecnovia e Luís Frazão avançam com barragens em Cabo Verde

Lusa

  • 333

Cidade da Praia, 02 mai (Lusa) - As empresas portuguesas Mota Engil, Tecnovia e Luís Frazão viram oficializadas pelo Governo cabo-verdiano as obras dos projetos de ordenamento das bacias hidrográficas de Ribeira da Torre e Alto Mira (Santo Antão) e Ribeira Prata (São Nicolau).

As três obras estão orçadas em 874 mil contos (7,92 milhões de euros) e são financiadas pelo Banco Árabe para o Desenvolvimento Económico em África (BADEA), tendo 15 meses como prazo de conclusão.

As três empresas portuguesas, em parceria com a cabo-verdiana CVC, venceram o concurso internacional e começaram, a montar os respetivos estaleiros em janeiro, aguardando pela formalização dos contratos, que foram publicadas terça-feira no Boletim Oficial.