Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mais de 300 mil eleitores impedidos de votar no Zimbabué - comissão eleitoral

Lusa

  • 333

Harare, 08 ago (Lusa) - Perto de 305.000 pessoas foram impedidas de votar e 206.000 foram influenciadas por agentes eleitorais nas eleições gerais realizadas no Zimbabué a 31 de julho, segundo números divulgados hoje pela comissão eleitoral.

A capital, Harare, concentra o maior número de eleitores privados de voto (64.483), seguida das províncias de Mashonaland Ouest (norte) e Manicaland (leste). Perto de 3,5 milhões de pessoas votaram num total de 6,4 milhões de eleitores inscritos, de acordo com a mesma fonte.

O Presidente Robert Mugabe, no poder há 33 anos, conseguiu uma vitória com larga vantagem. O primeiro-ministro cessante, Morgan Tsvangirai, adversário de Mugabe, considerou as eleições "fraudulentas" e exigiu a verificação pela justiça dos cadernos eleitorais, dos boletins de voto e da inscrição dos eleitores.