Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

LE/Final: A mão de Vata não chegou para o AC Milan, em 1990

Lusa

  • 333

Redação, 10 mai (Lusa) -- O Benfica chegou à final da Taça dos Campeões Europeus de futebol de 1989/90 por via da mão de Vata, mas o AC Milan foi forte demais para os comandados de Sven-Goran Eriksson e venceu por 1-0.

No Estádio do Prater, em Viena, onde três anos antes o calcanhar de Rabah Madjer consagrara o FC Porto, de Artur Jorge, a formação "encarnada" fez o que pôde frente à que era, indiscutivelmente, a melhor equipa da Europa.

À qualidade defensiva conferida por jogadores como Tassoti, Baresi, Costacurta, Maldini ou o "trinco" Ancelotti, o AC Milan, de Arrigo Sacchi, juntava um trio de holandeses de enorme categoria - Frank Rijkaard, Ruud Gullit e Marco van Basten.