Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Laboratórios norte-americanos querem Portugal numa "lista de vigilância prioritária"

Lusa

  • 333

Lisboa, 28 mar (Lusa) -- Os investigadores e fabricantes farmacêuticos da América (PhRMA) defendem que Portugal seja colocado numa lista de vigilância prioritária por causa de algumas dificuldades que as suas empresas estão a registar em Portugal.

De acordo com um relatório deste ano a que a agência Lusa teve acesso, em causa estão algumas das políticas que estão a ser aplicadas em Portugal.

Sobre este documento, o presidente da Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica (Apifarma), João Almeida Lopes, disse à Lusa que algumas das medidas aplicadas no setor levam a que "Portugal seja posto em causa por relatórios como este".