Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Jovem confessou ter matado pai à facada e alegou estar embriagado

Lusa

  • 333

Vila do Conde, 27 nov (Lusa) -- O jovem de 21 anos acusado de ter matado o pai à facada, em 2011, confessou hoje o crime, alegando que estava "embriagado e muito confuso", mas que não tinha intenção de matar.

Na primeira audiência do julgamento, que está a decorrer em Vila do Conde, Miguel Cadilhe mostrou-se muito perturbado e choroso, ao recordar o que aconteceu naquela noite, a 09 de novembro.

Acusado pelos crimes de homicídio qualificado, furto, incêndio e profanação de cadáver, o arguido reconheceu, no entanto, que não foi a casa do Manuel Cadilhe com intenção de o matar.