Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Jornalista somali morreu depois de ter sido atacado por homens armados

Lusa

  • 333

Mogadíscio, 29 out (Lusa) -- Um jornalista somali, atacado no dia 21 por homens armados não identificados, morreu na sequência dos ferimentos, elevando para 17 o número de jornalistas mortos na Somália desde o início do ano, informou a agência AFP.

Mohamed Mohamud Turyare trabalhava para uma das principais rádios privadas da Somália, a rádio Shabelle, e foi atacado no dia 21 por homens armados quando saía de uma mesquita em Mogadíscio.

"Turyare morreu no hospital de Medina na noite passada devido aos ferimentos", informou hoje o seu colega Mohamed Bashir.