Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Jerónimo Martins foi pressionada para adiar abertura de lojas na Colômbia - Soares dos Santos

Lusa

  • 333

Lisboa, 03 abr (Lusa) - O presidente da Jerónimo Martins, Alexandre Soares dos Santos, revelou hoje que sofreu pressões para que a inauguração das lojas do grupo na Colômbia fosse adiada por um mês, sem concretizar quem é que o pressionou.

"Ainda agora tinha a Colômbia pronta e recebi pressões, e também o Presidente da República da Colômbia sofreu pressões, para adiar por um mês a abertura", afirmou Soares dos Santos, que participou numa conferência promovida pelo Deutsche Bank e pelo Expresso no Museu do Oriente, em Lisboa.

Já à margem do evento, Soares dos Santos escusou-se a revelar aos jornalistas quem é que o tinha pressionado, dizendo que já tem "problemas que cheguem".