Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Investigadores querem elevar sons dos sinos a património cultural imaterial

Lusa

  • 333

Alvaiázere, 09 mai (Lusa) - Um grupo de investigadores quer inscrever o som dos sinos na Matriz Nacional do Património Cultural Imaterial, revelou à agência Lusa a campanóloga Maria Adelaide Furtado.

"É meu objetivo, e de um grupo de investigadores, elevar os sinos para terem reconhecimento na matriz nacional", adiantou a também vice-presidente da Al-Baiaz - Associação de Defesa do Património, com sede em Alvaiázere, Leiria.

Para haver "reconhecimento como património cultural imaterial", é necessário tratar-se de "património intangível", pelo que "não serão os sinos, mas os sons e os que eles representam para a comunidade", explicou.