Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Investigador acredita em cura para surdez dentro de dez anos

Lusa

  • 333

Madrid, 13 set (Lusa) -- O médico argentino Marcelo Rivolta, chefe de um grupo de investigação de problemas auditivos da Universidade de Sheffield, Reino Unido, calcula que a surdez ter cura dentro de uma década com recurso a células estaminais.

Rivolta, que participa num congresso mundial de patologias do ouvido em Alcalá de Henares, arredores de Madrid, disse à EFE que são precisos dez anos de investigação com testes em animais de laboratório antes de avançar para humanos.

O investigador revelou que um rato surdo começou a ouvir após o transplante de neurónios auditivos criados em laboratório.