Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Inquérito/Swap: Poupança das empresas com cancelamento de contratos pode ser marginal

Lusa

  • 333

Lisboa, 21 jun (Lusa) - A poupança que o Estado terá conseguido com o cancelamento de contratos 'swap' especulativos pode não se refletir da mesma forma para as empresas devido ao custo dos empréstimos que estas ficam a pagar ao Estado.

De acordo com os despachos relativos ao cancelamento de contratos 'swap' enviados à comissão parlamentar de inquérito e a que a agência Lusa teve acesso, as empresas não tinham fundos para fazer o pagamento necessário para cancelar os contratos.

Para que estes pagamentos sejam feitos, a hipótese em cima da mesa é que os fundos sejam disponibilizados pela Direção-Geral do Tesouro e Finanças (DGTF) sobre a forma de um empréstimo.