Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Incidentes com fogo-de-artifício durante Ano Novo Chinês resultaram em 37 mortos

Lusa

  • 333

Pequim, 26 fev (Lusa) - Trinta e sete pessoas morreram em incêndios provocados pelo uso indiscriminado de fogo-de-artifício e de outros artefactos pirotécnicos durante as festividades do Ano Novo Lunar, de 09 a 24 de fevereiro, na China, informou hoje o Ministério da Segurança Pública.

Apesar de, este ano, não terem sido tomadas medidas de segurança de maior face a outros anos, como a proibição de rebentar engenhos pirotécnicos em zonas comerciais e outros espaços públicos, foram registados centenas de incêndios em várias cidades na China, ainda que nenhum de grande dimensão.

Só no último dia de celebrações - no passado dia 24, ocasião do Festival das Lanternas - foram sinalizados 1.482 pequenos fogos, os quais obrigaram os bombeiros a resgatar 280 pessoas.