Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Guiné-Bissau: Portugal defende política "inclusiva" com CPLP e CEDEAO para acordo - Paulo Portas

Lusa

  • 333

Brasília, 07 set (Lusa) - O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros português, Paulo Portas, voltou a defender na quinta-feira, em Brasília, uma solução "inclusiva", com a participação da CPLP e CEDEAO, para a situação "absolutamente indesejável" na Guiné-Bissau.

"A posição de Portugal, partilhada com a CPLP [Comunidade dos Países de Língua Portuguesa], visa criar uma política inclusiva com a CPLP e CEDEAO, que devem procurar um acordo para a situação absolutamente indesejável na Guiné-Bissau", afirmou Portas.

As declarações do ministro português foram feitas após um encontro com o chefe da diplomacia brasileira, António Patriota, no Palácio do Itamaraty, em Brasília.