Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Grupo condenado a prisão por morte de jovem brasileiro à porta de discoteca em Lisboa

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 jul (Lusa) - Dois homens e três mulheres acusados de terem matado um jovem de nacionalidade brasileira junto a uma discoteca em Lisboa, após uma discussão, foram hoje condenados a penas de prisão entre os 18 e os 20 anos.

A 6.ª Vara Criminal de Lisboa condenou todos os arguidos, que têm idades entre os 24 e os 39 anos, pelo crime de homicídio qualificado de Hemerson Fortkamp.

Ruben Martins e Nuno Silva foram ainda condenados por um crime de homicídio qualificado na forma tentada e vão ter de cumprir 20 anos de prisão. O coletivo de juízes absolveu as três arguidas deste crime.