Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo tem legitimidade para tomar todas as medidas que respeitem a lei -- Passos

Lusa

  • 333

Lisboa, 11 jan (Lusa) - O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, defendeu hoje que o Governo PSD/CDS-PP tem legitimidade para tomar todas as medidas, desde que elas respeitem a Constituição e a lei.

Pedro Passos Coelho rejeitou assim a ideia defendida pelo PS de que o executivo não tem mandato eleitoral para aplicar as propostas de cortes na despesa incluídas no relatório do Fundo Monetário Internacional divulgado na quarta-feira.

"O Governo não foi eleito apenas para executar o memorando de entendimento com a 'troika'. O Governo foi eleito para governar o país de acordo com o seu próprio programa e de acordo com as necessidades que o país tem. O Governo tem, portanto, toda a legitimidade para vir a tomar todas as medidas que sejam necessárias para preparar o futuro do país, quaisquer que elas sejam, desde que elas sejam conformes à nossa Constituição e às nossas leis", defendeu o primeiro-ministro, em conferência de imprensa, na sua residência oficial, em Lisboa.