Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo francês diz que Renault não pode despedir nem encerrar fábricas

Lusa

  • 333

Paris, 23 jan (Lusa) - O ministro francês das Finanças garante que o Governo não vai imiscuir-se nas negociações entre a administração da Renault e os trabalhadores para melhorar a competitividade da empresa, acrescentando que não vai admitir despedimentos nem encerramento de fábricas.

Pierre Moscovici disse hoje numa entrevista à rádio RMC e à televisão BFM esperar que "não se ultrapassem duas linhas vermelhas: que não haja despedimentos e que não se encerrem fábricas".

O ministro francês recordou que a regra do Governo é "permitir que continue o diálogo social" depois de lhe ser perguntado qual a sua opinião sobre as denúncias de chantagem de alguns sindicatos da Renault, que asseguravam que a administração estava a ameaçar os trabalhadores com o fim de atividade em duas fábricas em França.