Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo de esquerda exige eleições e que "depois se façam as contas" - BE

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 dez (Lusa) - O coordenador do BE, João Semedo, defendeu hoje que a construção de um governo de esquerda é "um processo" que "exige" a demissão deste Governo, novas eleições e que "depois se façam as contas" para uma maioria social e política.

"Um governo de esquerda é um governo que se constrói e pratica uma política ao contrário da que está no memorando, o memorando protege os bancos, um governo de esquerda defende as pessoas, o memorando destrói a economia, um governo de esquerda constrói e faz emprego, o memorando é o paladino das privatizações, um governo de esquerda defende os serviços públicos, foi isto que dissemos ao PS", afirmou o líder bloquista.

João Semedo, que falava aos jornalistas no final de uma reunião entre a nova direção do BE e a do PS, no Largo do Rato, disse que os dois partidos têm posições "em muitos aspetos convergentes" em relação às autárquicas do próximo ano, mas que "não há nenhuma proposta conhecida para qualquer entendimento à esquerda".