Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fundação europeia apoia investigação em Coimbra sobre cancro da bexiga

Lusa

  • 333

Coimbra, 01 out (Lusa) -- A Fundação Europeia Astellas concedeu 150 mil dólares a uma equipa de especialistas de Coimbra para prosseguir um estudo sobre o cancro da bexiga, disse hoje à agência Lusa a investigadora Célia Gomes.

A investigação pretende "avaliar o efeito anti-tumoral da terapia adotiva com células NK" (natural killer) no "tratamento do carcinoma da bexiga", disse a investigadora do Laboratório de Farmacologia e Terapêutica Experimental (LFTE) da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC)/Instituto Biomédico de Investigação da Imagem e Luz (IBILI) e coordenadora do estudo.

Focando-se principalmente na "capacidade de eliminar as células estaminais cancerígenas" e de "identificar os mecanismos subjacentes à morte celular induzida pelas células NK" (também conhecidas por "células exterminadoras"), os especialistas utilizam "um modelo animal clinicamente relevante e com elevado potencial translacional para uso clínico", revelou Célia Gomes.