Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fundação Aragão Pinto vai explorar Pavilhão Carlos Lopes

Lusa

  • 333

Lisboa, 11 mar (Lusa) - A Fundação de Solidariedade Social Aragão Pinto vai reabilitar e explorar o Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa, depois de a autarquia ter avançado com um concurso público internacional de concessão para travar a degradação do espaço, fechado há décadas.

A Câmara de Lisboa aprovou em junho uma proposta destinada a concessionar o Pavilhão Carlos Lopes a privados, por um prazo máximo de 35 anos e com uma renda fixa pelo espaço e outra em função dos resultados de exploração, depois da sua reabilitação (estimada em cerca de sete milhões de euros) e com a construção obrigatória de um parque de estacionamento subterrâneo.

Segundo uma proposta do vereador de Desporto, Manuel Brito, a que a agência Lusa teve hoje acesso, a Câmara de Lisboa prepara-se para aprovar na quarta-feira "a proposta do relatório final do júri do concurso público para concessão da exploração do Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa, com os fundamentos constantes do referido relatório e, nesses termos, adjudicar a proposta apresentada pelo concorrente Fundação de Solidariedade Social Aragão Pinto".