Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

França: Juízes querem ir a Ramallah para exumar corpo de Yasser Arafat

Lusa

  • 333

Paris, 05 set (Lusa) -- Os juízes franceses que investigam suspeitas de um possível envenenamento de Yasser Arafat pretendem deslocar-se a Ramallah, onde está sepultado o ex-líder palestiniano, e exumar o seu corpo para recolher amostras para análises laboratoriais.

Em comunicado, a viúva de Arafat, Suha Arafat, disse não se saber, para já, quando esta deslocação poderá ocorrer, mas apelou à Liga Árabe e à Autoridade Palestiniana para suspenderem as suas iniciativas relacionadas com a morte do seu marido, num hospital militar perto de Paris, em 2004, a fim de facilitar os trabalhos dos investigadores franceses.

Em agosto, uma investigação judiciária sobre a morte de Arafat, de 75 anos, foi confiada a três juízes de instrução de Nanterre, depois de surgirem suspeitas de que aquele poderá ter sido assassinado por envenenamento, já que foi encontrado polónio, uma substância radioativa altamente tóxica, entre os seus objetos pessoais, o que levou a família a avançar com uma ação judicial em França.