Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Florestas: Guardas chamados a substituir armas por outras que funcionam mal - Federação de Sindicatos

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 jul (Lusa) - A Federação dos Sindicatos da Função Pública denunciou hoje que a GNR está a substituir as armas dos guardas florestais de Lisboa por outras com "funcionamento deficiente", medida "inexplicável" e que "põe em causa a segurança" destes profissionais.

Rui Raposo, da Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública, disse à agência Lusa que "a GNR está (...)no comando territorial de Lisboa a comunicar aos guardas florestais que têm de entregar as suas armas, distribuídas no tempo da Autoridade Florestal Nacional e que estão em condições, trocando-as por armas que estão, boa parte delas, com funcionamento deficiente".

Para o sindicalista, esta "atitude perfeitamente inexplicável" da GNR "põe em causa a segurança" dos utilizadores destas armas.