Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Filipinas lamentam "surpreendente" renúncia de Bento XVI

Lusa

  • 333

Manila, 12 fev (Lusa) - As autoridades políticas e eclesiásticas das Filipinas lamentaram hoje a "surpreendente" renúncia de Bento XVI e apelaram à população do único país asiático de maioria católica a rezar pelo futuro da igreja.

O porta-voz da Presidência, Edwin Lacierda, classificou a decisão do sumo pontífice com um ato de "fé suprema na instituição que liderou" e mostrou "simpatia humana" pelo Papa pelo seu reconhecimento do grande esforço físico do seu cargo.

"É nestes momentos, quando o Papa anuncia que o desafio físico que enfrenta o impede de continuar a levar em frente o cargo, unimo-nos a todo o mundo católico com oração e simpatia", disse o mesmo responsável numa nota emitida na noite de segunda-feira e revelada hoje pela agência Efe.