Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fernando Gomes quer que Federação seja "parceiro ativo" da FIFA nas novas tecnologias

Lusa

  • 333

Lisboa, 22 jan (Lusa) -- Fernando Gomes disse hoje, durante a entrega das insígnias da FIFA a 29 árbitros internacionais, que a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) quer ser "um parceiro ativo" da FIFA na introdução das novas tecnologias do futebol.

"Estamos atentos às primeiras experiências que a FIFA autorizou nesse campo e manifesto a nossa disponibilidade para reforçar as tecnologias para que os árbitros possam desempenhar cada vez melhor as suas funções", disse o presidente da FPF, durante a cerimónia da entrega das insígnias da FIFA a 29 árbitros internacionais de futebol, futsal e futebol de praia.

Na sua intervenção, realçou o "marco histórico" para a arbitragem portuguesa alcançado em 2012 com a presença de Pedro Proença e seus pares nas finais do Europeu e da Liga dos Campeões e o "bom começo" que regista em 2013, com "o aumento do número de insígnias da FIFA entregues a árbitros nacionais, com destaque para o setor feminino".