Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Eufemiano Fuentes condenado a um ano de prisão pela "Operação Puerto"

Lusa

  • 333

Madrid, 30 abr (Lusa) -- O médico Eufemiano Fuentes, principal figura do caso de doping "Operação Puerto", foi hoje condenado a um ano de prisão pela juíza do caso, que recusou entregar as bolsas de sangue recolhidas às autoridades desportivas.

Além da pena a Fuentes, também o preparador físico José Ignacio Labarta foi condenado a quatro meses de prisão, enquanto os outros três arguidos foram absolvidos: Manolo Saiz e Vicente Belda, ex-diretores desportivos, e Yolanda Fuentes, antiga responsável clínica das equipas Kelme e Comunidad Valenciana.

A juíza Julia Patricia Santamaría considerou que Eufemiano Fuentes foi o autor direto de um crime contra a saúde pública e que Labarta era cúmplice, sancionando o primeiro com 10 anos de suspensão do exercício de medicina desportiva.