Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

EUA gastaram mais no cumprimento de leis de imigração do que no combate a outros delitos

Lusa

  • 333

Washington, 08 jan (Lusa) - Os Estados Unidos gastaram, no ano passado, mais 24 % nas agências responsáveis pelo cumprimento das leis de imigração e na vigilância fronteiriça do que nos restantes organismos federais encarregados de combater o crime, indica um relatório divulgado, esta segunda-feira, pelo Instituto de Política Migratória.

O relatório, citado pela agência noticiosa Efe, indica que no exercício fiscal de 2012, os Estados Unidos gastaram cerca de 18.000 milhões de dólares (13.708 milhões de euros) em medidas policiais contra a imigração ilegal, mais 24 % do que o valor despendido nas restantes agências policiais federais, incluindo o FBI, a Direção Antidroga (DEA) ou nos Serviços Secretos.

Em concreto, esses fundos foram destinados aos departamentos aduaneiros e de proteção fronteiriça, de imigração e a um programa do Departamento de Segurança Nacional, responsável pelas impressões digitais e outros dados dos estrangeiros que visitam o país.