Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

EUA consideram contrato militar com Brasil "fundamental" para apoiar Afeganistão

Lusa

  • 333

Washington, 28 fev (Lusa) -- O Pentágono considerou hoje que o contrato militar, no valor de 427 milhões de dólares (324,6 milhões de euros), concedido ao fabricante aeronáutico brasileiro Embraer é "fundamental" para apoiar as missões da força aérea no Afeganistão.

Em comunicado, o Pentágono indicou que o subsecretário de Defesa dos Estados Unidos, Ashton Carter, telefonou hoje (quarta-feira nos Estados Unidos) ao ministro de Defesa do Brasil, Celso Amorim, para o informar da concessão do contrato à Embraer, que apresentou a sua proposta numa sociedade com a empresa norte-americana Sierra Nevada Corporation.

"Esta plataforma é fundamental para dar apoio às forças de segurança nacional afegãs, como parte do apoio a longo prazo dos Estados Unidos ao Afeganistão após a conclusão da missão da ISAF (Força Internacional de Assistência para a Segurança da NATO) no final de 2014", disse o secretário de imprensa do Pentágono, George Little.