Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ensino: Dirigentes estudantis defendem criação de rede de tutores para ajudar estudantes na emigração

Lusa

  • 333

Porto, 14 ago (Lusa) -- Os dirigentes das associações de estudantes de Portugal defenderam hoje, no Porto, a criação de "redes de tutores" para ajudar os universitários que tencionem emigrar a ter informações das leis laborais e regimes fiscais no estrangeiro.

"Seria interessante começar a trabalhar com a rede de portugueses no estrangeiro" e "encontrar um sistema de tutoria" de pessoas que pudessem informar como é que as coisas se processam nas diversas sociedades, dos diversos países, declarou Luís Rebelo, presidente da Federação Académica do Porto (FAP), numa conferência de imprensa para apresentar o estudo/inquérito sobre "Mobilidade Profissional".

O inquérito, realizado a 1.751 estudantes universitários, conclui que "69 por cento" dos inquiridos têm intenções de emigrar após concluírem os seus ciclos de estudos, mas 59 por cento consideram que ainda não existem "mecanismos informativos sobre os diversos países europeus".