Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Emprego: Empresários cristãos defendem proteção dos postos de trabalho em tempo de crise

Lusa

  • 333

Lisboa, 02 jun (Lusa) - O presidente da Associação Cristã de Empresários e Gestores (ACEGE), António Pinto Leite, considerou hoje que as empresas devem evitar ao máximo proceder a despedimentos perante a difícil conjuntura económica, assumindo uma postura corajosa, porque a crise é passageira.

"O desemprego em Portugal está em níveis elevados e os gestores devem tomar em consideração, antes de despedirem funcionários, que a crise vai passar, pelo que devem fazer tudo para evitar essa opção", defendeu o responsável, que falava aos jornalistas à margem do 5.º Congresso Nacional da ACEGE, dedicado ao tema do "Amor ao próximo como critério de gestão", que decorre na Universidade Católica de Lisboa.

Questionado sobre qual o valor económico do amor no mundo dos negócios, o presidente da ACEGE deu como exemplo a produtividade dos colaboradores quando trabalham num ambiente favorável.