Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Emídio Guerreiro aconselha federação de remo a concretizar acusações na Justiça

Lusa

  • 333

Coimbra, 15 nov (Lusa) - O secretário de Estado do Desporto e Juventude, Emídio Guerreiro, aconselhou hoje o presidente da Federação Portuguesa de Remo (FPR) a concretizar junto da justiça as críticas de "roubo" que fez sobre a gestão dos dois anteriores ciclos olímpicos.

Em declarações à agência Lusa, o atual presidente da FPR, Luís Ahrens Teixeira, disse que a sua modalidade "foi o BPN do desporto português" e considerou que o Estado foi "conivente" com a situação.

"O remo foi o BPN do desporto português. Havia certificações legais de contas que não passavam em assembleia geral de qualquer empresa. No remo passaram. Os clubes aceitaram e o Estado deixou aquilo passar. Por isso digo que o Estado foi conivente com o que se passou no remo em Portugal", denunciou o dirigente.