Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Egito: Presidente cria comissão judicial para investigar atos de violência

Lusa

  • 333

Cairo, 08 jul (Lusa) -- O Presidente interino do Egito, Adli Mansur, criou uma comissão judicial para investigar os incidentes violentos registados hoje de madrugada em frente ao quartel-general da Guarda Republicana, no Cairo, que fizeram pelo menos 42 mortos.

Num comunicado, a Presidência egípcia apelou aos manifestantes para ficarem longe "dos centros vitais e das instalações militares" do país, salientando que a segurança nacional deve ser uma prioridade para todos para que o período de transição termine o mais rápido possível.

Pelo menos 42 pessoas morreram e 300 ficaram feridas hoje de madrugada em confrontos entre a polícia e as forças armadas e apoiantes do presidente deposto do Egito Mohamed Morsi em frente à sede da Guarda Republicana do Cairo, segundo fontes médicas citadas pelas agências internacionais.