Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Egito: Deposição de Morsi é grave retrocesso para a democracia - Alemanha

Lusa

  • 333

Atenas, 04 jul (Lusa) -- A deposição do Presidente egípcio Mohamed Morsi pelo exército constitui "um grande retrocesso para a democracia", afirmou hoje o chefe da diplomacia alemã, Guido Westerwelle, que apelou a todas as partes para renunciarem à violência.

"É um grande retrocesso para a democracia no Egito", disse o ministro dos Negócios Estrangeiros alemão à imprensa durante uma visita à Grécia. "É urgente que o Egito regresse o mais rapidamente possível à ordem constitucional. Há um risco real de a transição democrática no Egito ser gravemente prejudicada".

O exército egípcio depôs e deteve na quarta-feira o primeiro Presidente democraticamente eleito do país, o islamita Mohamed Morsi, há um ano no poder, depois de dias de violentos protestos para exigir a sua demissão.