Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Educação: Confederação de Serviços quer escolas financiadas em função da empregabilidade dos cursos

Lusa

  • 333

Porto, 06 set (Lusa) -- A Confederação de Serviços de Portugal (CSP) propôs ao Governo que o financiamento das instituições de Ensino seja indexado à empregabilidade e não somente à quantidade de alunos, disse hoje o secretário-geral daquela estrutura, Gonçalo Lage.

No âmbito de um conjunto de dez medidas para apoio à Educação/Formação, que propôs aos ministérios da Educação e da Economia, bem como ao gabinete do primeiro-ministro, a CSP defendeu também a criação de um Observatório para a Empregabilidade das Universidades e Cursos, que permita perceber o prazo médio para obtenção de primeiro emprego pelos recém-formados.

"A criação de um índice de empregabilidade credível, por área de ensino e por instituição de ensino, é hoje uma necessidade premente", considera a confederação, acrescentando que o observatório "é determinante para a transparência e concorrência saudável entre universidades".