Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Diretor de Inteligência dos EUA defende vigilância de registos telefónicos

Lusa

  • 333

Washington, 07 jun (Lusa) -- O diretor nacional de Inteligência dos Estados Unidos, James Clapper, defendeu na quinta-feira a vigilância de arquivos telefónicos e outros dados de empresas de Internet como parte dos esforços para garantir a segurança nacional.

Em comunicado, Clapper explicou que a cláusula da lei conhecida pela sua sigla inglesa FISA facilita o acesso a informação de estrangeiros fora dos Estados Unidos e que só um determinado número de funcionários especialmente capacitados podem aceder a esses arquivos.

"A informação de inteligência externa recolhida com base neste programa é uma das mais importantes e valiosas que recolhemos e visa proteger a nossa nação de uma grande variedade de ameaças", disse.