Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Diferença nas sanções desportivas europeias e portuguesas é incompreensível - MAI

Lusa

  • 333

Lisboa, 09 out (Lusa) - O ministro da Administração Interna considerou hoje "incompreensível" a "enorme discrepância" entre as sanções desportivas que se aplicam em Portugal aos clubes cujos adeptos usam foguetes e petardos e os castigos que os mesmos clubes sofrem em competições europeias.

"Havia e há ainda uma diferença no plano desportivo - quero sublinhá-lo - uma diferença incompreensível, uma tolerância incompreensível entre aquilo que se regista de sanção numa competição internacional e a sanção nas competições nacionais" aplicada aos clubes cujos adeptos usam artefactos pirotécnicos nos recintos desportivos, disse Miguel Macedo.

Miguel Macedo, que falava no seminário internacional "Estádios de Sítio - O fenómeno da violência associado ao desporto", em Lisboa, sublinhou que "nesta matéria não é justificação sublinhar a diferença da importância económica ou rentabilidade económica entre as competições".