Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Decisão da Irlanda não influenciará solução para Portugal, presidente do Eurogrupo

Lusa

  • 333

Bruxelas, 14 nov (Lusa) - O presidente do Eurogrupo manifestou-se convicto de que a decisão hoje da Irlanda de prescindir de um programa cautelar para regressar aos mercados não influenciará aquela que ainda está pendente para Portugal, que terá apoio se o solicitar.

Questionado, no final de uma reunião dos ministros das Finanças da zona euro, sobre se considerava que a decisão da Irlanda de ter o que já é denominado de uma "saída limpa" do seu programa poderia tornar a vida mais difícil para Portugal, Jeroen Dijsselblem sublinhou que as decisões sobre as saídas de programa de ajustamento serão tomadas "país a país, caso a caso" e os instrumentos de apoio estarão "totalmente disponíveis" caso sejam solicitados.

"Não penso que [a decisão de Dublin] influencie a decisão que está pendente para Portugal. O programa português expira em meados de 2014", em contraste com o da Irlanda, que termina no próximo mês, realçou.