Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cuba: Sem Fidel e a revolução não existia uma esquerda na América Latina - Daniel Ortega

Lusa

  • 333

Manágua, 13 ago (Lusa) -- O Presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, afirmou que sem Fidel Castro, que celebrou 86 anos na segunda-feira, e a revolução cubana de 1959 "não seria possível" a existência de uma esquerda no poder na América Latina e Caraíbas.

"Sem Fidel e sem a revolução dificilmente se estaria a escrever a história que se tem estado a escrever desde o século XX na nossa América Latina e Caraíbas", onde a esquerda está no poder em países como a Venezuela, Bolívia, Equador e Nicarágua, declarou Daniel Ortega numa cerimónia oficial.

O Presidente da Nicarágua acrescentou, quando colocou flores no túmulo do fundador da Frente Sandinista de Libertação Nacional, Tomás Borge, que faleceu a 30 de abril e na segunda-feira festejaria os seus 82 anos, que a revolução cubana "pela libertação dos povos", "expandiu-se como uma onda" por toda a América Latina, tendo mesmo chegado a África.