Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Crise política: BNP Paribas antecipa novas tensões na coligação no próximo orçamento

Lusa

  • 333

Lisboa, 22 jul (Lusa) -- O banco francês BNP Paribas considera que a manutenção da coligação governamental representa apenas uma pausa na instabilidade política em Portugal, antecipando novas tensões no Governo por altura do Orçamento do Estado e da próxima revisão da 'troika'.

Numa nota enviada hoje aos clientes, a que a Lusa teve acesso, o banco francês sublinha que a decisão do Presidente da República, comunicada este domingo ao país pelo próprio, afasta eleições antecipadas para já, mas não afasta a possibilidade de estas virem a acontecer em breve.

"Será provavelmente apenas uma pausa na instabilidade política do país, devido ao ajustamento orçamental exigente que ainda tem pela frente -- têm de ser feitos cortes de quatro mil milhões de euros este ano e mais 700 milhões de euros em 2015 -- e os grandes desacordos que persistem dentro da coligação", afirma o economista português Ricardo Santos.