Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Crise: Igreja Católica apela à estabilidade política e desafia governantes a ouvirem o povo

Lusa

  • 333

Fátima, 17 set (Lusa) - Os bispos católicos apelaram hoje à estabilidade política no país, num momento socioeconómico que "está a ser difícil para muitos portugueses", defendendo que o Governo tem de ter a sabedoria para interpretar o povo que se manifestou nas ruas.

Numa nota hoje divulgada, o Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), que reuniu esta manhã em Fátima, defende-se "a superação das legítimas divergências, num alargado consenso nacional", definindo-o como "fundamental para o país".

Já o porta-voz da CEP, Manuel Morujão, disse hoje à tarde que "a Igreja está com o seu povo e sente as suas aspirações como próprias", sublinhando que esta posição dos bispos resulta do anúncio das últimas medidas de austeridade e das manifestações de sábado.