Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Costa diz que se candidata a líder do PS porque é "impossível" entendimento com Seguro

Lusa

  • 333

Lisboa, 30 jan (Lusa) - O presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, justificou hoje a sua candidatura à liderança do PS por ter concluído que o atual secretário-geral, António José Seguro, "recusou" o desafio de promover a unidade do partido.

Esta posição, transmitida à agência Lusa por fonte próxima do autarca da capital, foi assumida por perante a Comissão Política Nacional do PS.

Na sequência das palavras do secretário-geral do PS, António Costa considerou numa segunda intervenção na Comissão Política que "é impossível um entendimento", depois de ter recusado retirar a sua proposta de eleições diretas e de congresso para um período a breve prazo.