Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Consumo: "Estamos a conseguir resistir à quebra" - diretora-geral da Fnac

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 set (Lusa) - A diretora-geral da Fnac Portugal disse hoje à Lusa que a retalhista reforçou a quota de mercado em todos os segmentos durante o primeiro semestre, o que demonstra que está a conseguir resistir à quebra de consumo.

Cláudia Almeida e Silva falava à Lusa à margem da apresentação da parceria entre a Fnac Portugal e a multinacional Kobo, para a venda de livros digitais (eBooks) e do leitor de livros digitais (eReaders) daquela empresa, uma aliança que assegura um catálogo de mais de três milhões de livros, dos quais 5.000 em língua portuguesa.

"No primeiro semestre reforçámos todas as nossas quotas de mercado em todos os nossos segmentos. Estamos a conseguir resistir melhor à quebra que o mercado está a sentir", tendo em conta que "o mercado de retalho sofreu um arrefecimento brutal", afirmou a diretora-geral da Fnac.