Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Confederação dos Proprietários desdramatiza aumentos das rendas no comércio com nova lei

Lusa

  • 333

Redação, 06 jun (Lusa)- A Confederação Portuguesa de Proprietários (CPP) contestou hoje a posição da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal sobre os aumentos das rendas no comércio ao defender que o processo de atualização dos valores decorre "dentro da normalidade".

Depois de a Confederação do Comércio ter lançado uma petição online a exigir a revisão da lei do arrendamento urbano, a CPP refere hoje, em comunicado, que "o processo de aplicação da lei das rendas, tanto no arrendamento habitacional como no arrendamento comercial, está a decorrer num quadro de normalidade".

No comunicado, os proprietários desdramatizam a questão e acusam a Confederação do Comércio de "manipular os números ", ao afirmar na petição que "os aumentos médios das rendas entre os 150 e 200 por cento ameaçam a insolvência mais de 40.000 empresas".