Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

China aplica multas pesadas a seis fabricantes de laticínios -- imprensa

Lusa

  • 333

Pequim, 07 ago (Lusa) -- As autoridades chinesas aplicaram multas no valor de 670 milhões de yuan (82 milhões de euros) a seis empresas do setor de laticínios pela prática ilícita de concertação de preços, noticiou hoje a agência Xinhua.

As americanas Mead Johnson e Abbott, a chinesa Biostime, o gigante neozelandês Fonterra, o holandês Friesland, e a Dumex, subsidária da francesa Danone, estão sujeitas a multas, numa indústria que na China é frequentemente agitada por escândalos.

A imprensa chinesa tinha dado conta, no início de julho, de um inquérito da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma, a mais alta entidade chinesa de supervisão económica, visando os fabricantes estrangeiros de leite em pó para bebés, suspeitos de terem acordado os seus preços de venda.