Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Carne de cavalo: Controlo de substância proibida é feito no matadouro, mas por amostragem - ASAE

Lusa

  • 333

Lisboa, 08 mar (Lusa) - A autoridade para a segurança alimentar assegurou hoje que o controlo da presença em carne para consumo de fenilbutazona, anti-inflamatório usado em cavalos, mas proibido na alimentação humana, é feito desde a origem, no matadouro, embora por amostragem.

"Estamos sempre sujeitos a que apareça uma nova não conformidade", admitiu à agência Lusa Jorge Reis, subinspetor-geral da Autoridade para a Segurança Alimentar e Económica (ASAE) para a área científica.

Na quinta-feira, a Deco, associação de defesa dos consumidores, anunciou, publicamente, ter detetado vestígios do medicamento em amostras de hambúrgueres Auchan e almôndegas Polegar que continham com carne de cavalo.